Replanejamento escolar de Elias Fausto finaliza com uma grande experiência de vida

Viver é uma grande experiência e trabalhar com vidas uma grande dedicação e cuidado. Diariamente os professores da rede municipal de ensino de Elias Fausto trabalham com os alunos e suas particularidades desenvolvendo suas habilidades psico-motoras, cognitivas e de aprendizado. Mas, além disso, os professores lidam com a vida.

E foi pensando nesse aspecto, que a Secretaria de Educação de Elias Fausto proporcionou uma palestra diferente para finalizar o replanejamento do começo do segundo semestre de 2019. A secretária de educação Sandra Bicudo trouxe a palestrante Jeisele Rosada, mais conhecida como Sele, para conversar com todos os professores nesta última sexta-feira, dia 27 de julho.

 Sele possui uma deficiência em seus membros superiores mas isso não impediu que pudesse realizar seus sonhos. Natural da cidade de Capivari – interior de São Paulo - Sele sempre teve auxílio de seus pais e avó para cuidar dos seus afazeres do dia a dia e também para que pudesse estudar em uma escola convencional. “Minha mãe conseguiu uma vaga na escola de inspetora e me acompanhou durante todo o trajeto escolar”, afirma Sele.

Com um bom humor durante toda a conversa, Sele conta que a dificuldade para lidar com a deficiência existe, embora a mesma não deixa transparecer. Uma das perguntas mais contundentes durante a conversa foi: “Se você tivesse que escolher um sentido para perder, qual seria? Audição? Voz? Olfato? Visão? Algum membro?”. E com essas perguntas, Sele fez com que todos os professores pudessem refletir a respeito de suas vidas, de suas aulas e dos alunos que eles atendem.

“Tivemos dois dias de replanejamento com os professores. E nesses dois dias, eles puderam presenciar duas vivências diferentes que contribuíram para o trabalho diário nas escolas. No caso da Sele, a cidade de Capivari nos cedeu a sua palestra de motivação e ficamos honrados com a sua presença”, explica a secretária de educação Sandra Bicudo.

O encontro foi finalizado com a apresentação da musicista Ana Soubihe e dos professores Fernando Camillo Santos Cano e Liciane Ketty da Silva Braz.